Dicas para não falhar com o aluguel de andaimes

Dicas para não falhar com o aluguel de andaimes

Imagem: Banco de Imagens

Existem diversos tipos de andaimes que podem ser utilizados em uma obra. As informações a seguir podem ser adotadas para qualquer tipo de andaime escolhido pelo construtor.

1 – Planejamento da Obra
O primeiro passo para ter sucesso com o aluguel de andaimes é um bom planejamento da obra.

Pelo planejamento da obra são definidas diversas informações básicas para a mensuração correta do serviço. É importante definir no planejamento a quantidade necessária de andaimes e o período da locação.

Além disso, no planejamento são definidos os tipos de andaime, o prazo para chegada dos andaimes no canteiro de obra, local para armazenamento dos andaimes e equipe capacitada para montagem dos mesmos.

É importante que estas informações sejam transmitidas pelo engenheiro responsável pelo planejamento da obra.

2 – Estudo da Viabilidade Econômica
Outro ponto primordial para não ter surpresas durante a execução da obra é um bom estudo da viabilidade econômica do serviço.

Em alguns casos pode ser até mais interessante para o construtor a compra dos andaimes do que a locação. Em outros casos a utilização de andaimes em construções muito altas pode ser inviabilizada, visto ser necessário um grande número de peças ociosas para alcançar pontos mais altos da edificação.

Para este estudo de viabilidade é importante que sejam feitas cotações com possíveis fornecedores, com quantidades, prazos e condições de obra bem próximas do que será executado em obra.

Erros de quantidade, prazo, ou a falta de alguma informação podem gerar falhas em um estudo de viabilidade econômica.

3 – Projeto de Montagem dos Andaimes
Muitos não sabem, mas para utilizar alguns tipos de andaimes é necessário sim a elaboração de um projeto de montagem e apresentação de uma Anotação de Responsabilidade Técnica.

O projeto de andaimes deve conter as seguintes informações:
- Plantas;
- Cortes;
- Elevações;
- Posição dos elementos estruturais;
- Detalhes executivos;
- Cargas utilizadas no projeto;
- Sequência de montagem das peças.

Para a elaboração deste tipo de projeto é necessário a observância das normas técnicas vigentes. Além das normas específicas para a utilização dos andaimes, ainda precisam ser observadas as prescrições das normas de segurança do trabalho e trabalho em altura.

O projeto de andaime pode ficar sob responsabilidade do construtor ou pode ser de responsabilidade da empresa que faz a locação. Este ponto deve ser acordado na negociação, entretanto é mais comum que a empresa locatária fique com esta responsabilidade.

4 – Negociação e Contratação
Durante o processo de negociação e contratação dos andaimes é importante que o construtor escolha empresas com qualidade garantida.

Todas as informações da obra devem ser muito bem esclarecidas. Inclusive, alguns serviços relacionados ao aluguel de andaimes devem fazer parte da pauta de negociação.

Você não pode deixar de esclarecer os seguintes pontos durante a negociação:

- No custo da locação já está incluso o transporte dos equipamentos até o canteiro de obra e sua posterior retirada;
- Os andaimes serão montados por profissionais da empresa que fornece andaimes ou por profissionais do construtor;
- O projeto será responsabilidade da empresa locatária ou do construtor, assim como a apresentação da ART;
- A forma de compensação à empresa locatária em caso de avarias em determinadas peças dos andaimes;
- Existência de treinamento para qualificação de equipe para montagem os andaimes ou assistência técnica.

Deixe tudo muito claro, é importante que nenhuma informação passe por despercebida. Inconvenientes como pagamento de multa ou assistência podem ser prevenidos com uma boa negociação.

Durante a negociação não coloque o preço como único critério. Tão importantes quanto o preço são a segurança e a produtividade conseguida com bons equipamentos.

5 – Utilize mão de obra qualificada
Para montagem e desmontagem dos andaimes locados é importante que você utilize mão de obra qualificada para este trabalho.

Para andaimes mais sofisticados é interessante contar com assistência técnica do locatário. A assistência irá colaborar com sua produtividade e ainda evitar riscos de acidentes ou mau uso das peças do andaime.

Outro ponto importante de utilizar mão de obra qualificada é quanto ao cuidado com o manuseio e manutenção dos equipamentos. Profissionais acostumados com o serviço já sabem como manusear corretamente todas as peças, além de identificar a necessidade de manutenção preventiva.

6 – Planeje um local de armazenamento
Para que você não tenha problemas com avarias nas peças é importante você planejar em seu canteiro de obras um local específico para guardar os andaimes que não estão sendo utilizados no momento.

Em importante que as peças sejam armazenadas em um local coberto, livre da incidência de sol e chuva. Além disso, todas as peças devem estar bem organizadas e acondicionadas conforme indicação do fornecedor.

Um bom armazenamento evita extravios de peças e mantém o canteiro de obras em ordem. Isso significa que a correta utilização e gestão dos andaimes é essencial para prevenir gastos a mais do que estava especificado no seu orçamento inicial.

7 – Utilização dos equipamentos de segurança
É certo que o trabalho com andaimes exige a utilização de diversos equipamentos de proteção coletiva e individual.

Este é um item que não pode faltar em seu orçamento. Deve ser mensurado juntamente com o planejamento da obra. É importante consultar as normas de trabalho em alturas para especificar os equipamentos de segurança adequados.

O esquecimento dos itens de segurança na locação dos andaimes causa extrapolação do custo inicial estimado.

Vale lembrar que estes equipamentos, na maioria dos casos, são de responsabilidade do construtor.

fonte: Global